Criptografia é um conjunto de técnicas e tecnologias que protegem informações, assim garantindo que apenas o emissor e o receptor consigam ter acesso. De modo geral, é cifrar um conteúdo que somente pessoas autorizadas consigam compreender ou decifrar, sem acessos indevidos no percurso. A criptografia nem sempre dependeu de tecnologia, uma vez que há registros de um sistema utilizado no Egito, cerca de 1.900 anos antes de Cristo, além de táticas de guerra.

Portanto, o uso da criptografia permite que:

  • Você proteja informações enviadas por e-mail;
  • Armazenamento seguro de dados de backup em nuvem (cloud);
  • Proteção de arquivos confidenciais e dados de navegação.

E para os mais diversos tipos de dados e informações, há um tipo de criptografia. Vamos conhecer alguns deles.

Chaves simétricas

Esta criptografia consiste no uso de uma chave tanto para o emissor quanto para o receptor, sendo uma proteção um pouco mais básica, porém ainda eficiente. Atualmente há quatro tipos de chaves simétricas utilizadas:

  • DES (Data Encryption Standard);
  • IDEA (International Data Encryption Algorithm);
  • RC (Ron’s Code ou Rivest Cipher);
  • Blowfish.

Chaves assimétricas

Já as chaves assimétricas possuem duas chaves: uma privada e outra pública, sendo necessária a criação de uma chave de codificação para enviar ao receptor. entre elas, estão:

  • El Gamal;
  • RSA (Rivest, Shamir and Adleman).

Redes sem fio

Mais complexas, as senhas da rede são criptografadas para permitir que apenas os usuários que tenham a senha correta acessem as informações. Entre as mais conhecidas estão a WEP, WPA e WPA2.

Se você precisa de proteção de dados e um suporte especializado em TI para sua empresa, conte com os serviços e soluções da Braga, que realiza toda a gestão de tecnologia das empresas, aprimorando sua estrutura com uma equipe preparada e tecnologias prontas para melhorias.