Com segurança não se brinca, não é mesmo? Então, saiba que quando estamos falando de segurança no e-commerce isso é ainda mais sério! Afinal, nos dias de hoje, qualquer falha de proteção na sua loja virtual pode causar grandes problemas. Tanto para a sua empresa e quanto para os consumidores.

Segundo uma pesquisa realizada em 2017 pela Konduto, empresa brasileira de soluções antifraude, no Brasil, o comércio eletrônico sofre uma tentativa de fraude a cada cinco segundos. Além disso, no mesmo ano, cerca de 3% dos pedidos feitos em território nacional foram realizados através de cartões clonados. Por isso, garantir que os dados do seu negócio e dos visitantes do seu site estejam sempre bem protegidos é cada vez mais essencial.

A Braga listou aqui algumas dicas de como evitar invasões e fraudes no seu e-commerce, mantendo os seus clientes sempre seguros e satisfeitos. Olha só!

4 dicas de segurança no e-commerce

  1. Obtenha o Certificado Digital SSL

O primeiro passo para garantir a segurança no e-commerce é obter o certificado SSL (Secure Socket Layer). A tecnologia SSL garante que as informações trocadas dentro de uma rede permaneçam privadas por meio de criptografia. Assim, possíveis interceptações externas (como as de hackers, por exemplo) podem ser evitadas.

Além disso, obter o certificado SSL traz mais um grande benefício: a partir de 2014, o Google incorporou aos seus critérios de ranqueamento a utilização desses certificados digitais. Dessa forma, esse método de segurança também pode auxiliar o seu e-commerce a ser mais facilmente encontrado pelos seus clientes.

Para conferir se um site possui ou não a certificação SSL é muito fácil: basta que o usuário olhe a URL (que deve conter “https://”)  ou o iconezinho de cadeado que fica na barra de navegação.

  1. Conquiste selos de segurança

Além do certificado SSL, os selos também são uma ótima forma de manter a segurança no e-commerce da sua empresa. Eles servem tanto para validar que sua loja virtual é segura quanto para ampliar uma boa reputação para os visitantes.

Entre os principais selos de segurança podemos citar o da Ebit. Por esse sistema, os consumidores da sua loja virtual avaliam a experiência de compra com base na segurança.

Através dessas avaliações, o seu e-commerce pode receber diferentes tipos de medalha (bronze, prata, ouro ou diamante), dependendo do nível de credibilidade do seu site.

  1. Aposte em sistemas antifraude

Atualmente, existem alguns sistemas antifraude que podem garantir uma proteção a mais para a segurança no e-commerce. Por meio desses sistemas, alguns dados dos consumidores são coletados para cruzar informações e, assim, comprovar legitimidade.

Alguns dos dados cadastrais são o perfil do consumidor, o código de segurança dos cartões de crédito, a geolocalização, histórico de compras etc.

Assim, se durante uma compra os dados se mostram compatíveis, as transações são aprovadas. Caso contrário, a compra é reprovada automaticamente e a validação passa a ser “manual”, ou seja, através de ligações telefônicas para a comprovação dos pedidos.

  1. Conte com quem entende do assunto

A segurança digital é um assunto muito sério. Por isso, contar com uma empresa especializada é essencial para manter o seu e-commerce sempre bem protegido e, consequentemente, conquistar um bom relacionamento com os seus consumidores.

Com 20 anos de experiência, a Braga atua como facilitadora nos processos de TI e estruturação de nossos clientes. Conheça nossas soluções e agende já uma conversa!