Tecnologia no-break evita grandes prejuízos para empresas de todos os tamanhos

 Quando falamos de segurança (tanto dos equipamentos quanto das informações) de uma empresa, a tecnologia no-break é imprescindível. Isso porque esse tipo de dispositivo dá uma segurança extra para um dos principais problemas com equipamentos eletrônicos: a queda de energia. Por isso, utilizar o no-break é um investimento a curto e a longo prazo.

Mas antes de falar mais sobre todos os benefícios dessa tecnologia, é preciso entender: o que exatamente é esse equipamento? Como ele funciona? Como ele pode ajudar minha empresa?

Para responder a essas perguntas, a Braga preparou um post completo para você. Leia agora:

  • Tecnologia no-break: o que é?

No-break é um nome genérico para UPS, que em inglês significa “fonte de energia ininterrupta”. Esse equipamento é basicamente um estabilizador. Até pouco tempo era bastante usado em computadores residenciais, para regular a voltagem de energia e para garantir que ela chegasse de forma mais “pura” aos eletrônicos. Isso porque a energia elétrica no Brasil constantemente sofre picos, o que pode prejudicar o funcionamento e até a duração dos equipamentos.

A tecnologia no-break também é responsável por uma outra função ainda mais importante: em casos de queda de energia abrupta, ele fornece uma energia extra para o aparelho.

Esse equipamento funciona mais ou menos da seguinte forma: ele possui uma bateria que permanece sendo carregada enquanto a rede elétrica está normal. Em caso de queda, a bateria passa a alimentar os equipamentos.

Normalmente, ele garante apenas um tempo extra de funcionamento, cerca de 15 minutos. Esse tempo varia dependendo da capacidade e da quantidade de máquinas ligadas a ele.

  • Mas por que essa tecnologia é tão importante?

Quando a energia é cortada abruptamente, os computadores e outras máquinas, como as impressoras, são desligados automaticamente. Além de o usuário poder perder muitos arquivos e dados que não foram salvos, o computador pode sofrer danos físicos, principalmente em seu disco rígido.

Por isso, esses minutos a mais de “sobrevida” de energia que o no-break fornece são essenciais para você ter mais tranquilidade, salvar todos os arquivos e desligar a máquina conforme necessário.

Não optar por esse tipo de tecnologia no-break para sua empresa pode gerar muita dor de cabeça e prejuízos financeiros. Por isso, esse é um investimento muito valioso em momentos críticos. Ele pode ser ainda a grande diferença entre entregar ou não um serviço/produto para seus clientes.

  • Qual é o equipamento ideal?

No geral, existem três tipos de tecnologia no-break: off-line, line-interactive e online.

O primeiro modelo conta com um inversor simples. Assim, no caso de quedas de energia, corta a rede elétrica e passa a fornecer energia por meio da sua bateria própria. Já o segundo faz uma mescla entre esse serviço e o de estabilizador, regulando voltagens e flutuações na rede. No último, o online, a energia que entra primeiro abastece a bateria, onde é convertida em uma corrente mais “limpa”. Só então ela passa para o equipamento.

É importante lembrar também que, assim como qualquer máquina, o no-break se desgasta com o tempo. Por isso, ele também precisa de manutenção. A média de vida útil das baterias é de 2 anos, mas é preciso estar sempre atento para não deixar que elas cheguem ao final. Isso porque a qualquer momento uma queda de energia pode acontecer.

Muito além do no-break: precisa dessa e de outras medidas de proteção para as máquinas da sua empresa? Fale com a Braga, temos a solução perfeita para o seu negócio!