A tecnologia está em constante transformação. Porém, se por um lado isso é extremamente positivo para melhorar ainda mais as rotinas corporativas, por outro acaba fazendo com que muitos equipamentos se tornem ultrapassados rapidamente. O resultado disso é que muitos acabam sendo descartados. Tanto antes do tempo quanto de forma incorreta, trazendo inúmeros malefícios para o meio ambiente. Diante deste cenário, surgiu o conceito de Tecnologia da Informação Verde, ou TI Verde, do qual você com certeza vai ouvir falar muito em 2020.

O objetivo da TI Verde – do inglês Green IT – é economizar os recursos e/ou reduzir os gastos de energia causados pelos equipamentos eletrônicos. Seja durante a fabricação ou enquanto estão em uso. Afinal, essa economia de energia pode amenizar os impactos negativos que levam ao aquecimento global e outros problemas ambientais.

Por isso, cada vez mais as empresas têm sido influenciadas por diversos órgãos ambientais. Como, por exemplo, o Greenpeace, a adotarem uma política mais sustentável e amiga do meio ambiente. Uma ótima maneira de começar a mudar essa realidade é optando por investir em equipes de Tecnologia da Informação voltadas ao TI Verde.

Mas por onde começar e por que investir nisso em 2020? Continue lendo esse texto e veja como adotar o TI Verde na sua empresa.

Afinal, o que realmente é o TI Verde?

Como já explicamos em outro texto, podemos definir, de forma simples, o conceito de TI Verde como o estudo e a prática de uma computação mais sustentável.

Isso quer dizer que a principal premissa por trás do conceito é produzir, utilizar e descartar os produtos eletrônicos de uma empresa de forma consciente. Assim, é possível aumentar sua eficiência e, ao mesmo tempo, reduzir os impactos ambientais negativos.

Onde e como surgiu a primeira iniciativa

Agora que você já sabe o que é TI Verde, saiba como e onde surgiu a primeira iniciativa. O objetivo foi começar a transformar a realidade das empresas em prol do meio ambiente.

De acordo com dados históricos, a primeira tentativa foi nos Estados Unidos, em 1992. Na ocasião, uma agência de proteção ambiental do país criou um selo para identificar os computadores e monitores energeticamente eficientes.

Depois, em 2009, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE, em inglês), instituição que pertence à ONU, desenvolveu um relatório que analisava quais eram as principais iniciativas de TI Verde. Foram analisados 92 países e 22 grandes empresas.

Ao final, foi constatado que essas práticas englobavam diversas iniciativas. Entre elas, estavam o estímulo à pesquisa e inovação em TI Verde, o aumento e a difusão da computação verde e suas possibilidades de aplicação. Além, é claro, da conscientização dos empresários e consumidores finais sobre os benefícios da adoção dessa prática.

 TI Verde: entenda como ele pode ajudar as grandes empresas

Antes de citar quais são os benefícios em se adotar o TI Verde, é necessário esclarecer que eles são distintos entre os negócios de grande porte e os de pequeno e médio.

Para as grandes empresas, a decisão, além de ajudar a cuidar do meio ambiente, também pode ter um peso mais estratégico. Isso porque é outra forma de valorizar seus produtos e serviços. Isso porque, ao aderir a essa prática, é possível obter, inclusive, certificações internacionais, por exemplo, o ISO 14001.

O ISO 14001 é um Sistema de Gestão Ambiental que permite que uma organização desenvolva uma estrutura para a proteção do meio ambiente. Sendo assim, esse investimento em TI Verde se torna um diferencial para os clientes/consumidores. Isso é ótimo, pois, além de eles estarem cada vez mais procurando empresas sustentáveis engajadas com essa causa, esta preocupação é um forte atrativo de mídia.

Por que essa prática também ajuda as PMEs?

Já no caso das pequenas e médias empresas (PMEs), a realização dessas atividades acaba se tornando o maior diferencial. Isso porque as técnicas de TI Verde podem contribuir para a elaboração de processos mais precisos e ágeis para o seu dia a dia.

O resultado é mais economia e redução de prazos.

Conheça alguns exemplos de prática em computação verde

Primeiramente, é preciso deixar de lado a impressão de que implementar medidas que colaboram com o meio ambiente é sinônimo de gastos extras.

Isso acontece porque muitas pessoas ainda acham que precisarão comprar e instalar equipamentos mais modernos e eficientes para suas empresas. Porém, é preciso lembrar que a melhoria da estrutura informacional pode ser feita apenas otimizando os hardwares e softwares, por exemplo.

Dessa forma, medidas simples como essa já conseguem fazer com que os equipamentos utilizem toda sua capacidade de processamento. Sendo assim, é possível reduzir o consumo de energia, além, é claro, de aumentar consideravelmente a produtividade da empresa.

E quando falamos em softwares, as substituições são ainda mais simples. Isso porque as versões mais novas e atualizadas demandam menos energia para executar as mesmas tarefas que um software mais antigo exigiria.

“É preciso deixar de lado a impressão de que medidas que colaboram com o meio ambiente são sinônimo de gastos extras”

Enfim, para colaborar ainda mais com as premissas do TI Verde, vale a pena considerar os aplicativos e programas open source (código aberto). Além de eles serem gratuitos e estarem passando por atualizações constantes, ainda economizam recursos que podem ser aplicados em outros setores, por exemplo, pesquisa e desenvolvimento.

Veja quais são os principais benefícios que o TI Verde pode trazer para sua empresa

Agora como você sabe tudo sobre TI Verde, veja são os principais benefícios que essa prática poderá trazer para o seu negócio:

  • Redução no consumo de energia por meio da otimização de data centers e computadores;
  • Redução da necessidade da compra de novos equipamentos, prolongando o seu ciclo de vida;
  • Economia de produtos usados para impressão, principalmente cartuchos e papéis;
  • Investimento em novos produtos com componentes reciclados, que têm valor mais acessível;
  • Redução do lixo tecnológico;
  • Infraestrutura sustentável.

Venha transformar sua empresa com a Braga

Como você deve ter notado, adotar práticas que colaboram com o meio ambiente e estão dentro das premissas do TI Verde vai muito além de apenas reduzir gastos e aumentar o faturamento de uma empresa.

Por isso, conte com a Braga! Nós somos uma empresa que se preocupa com as causas ambientais para transformarmos seu negócio. Para isso contamos com o que há de mais moderno dentro do universo da Tecnologia.

Saiba como podemos ajudar sua empresa a ir para o futuro agendando uma conversa com a nossa equipe. É só clicar aqui.